17 janeiro 2011

Diferenças entre Inseminação e Fertilização


Mais do que a gente imagina, muitas pessoas confundem essas duas técnicas e até acham que é a mesma coisa, só que elas são bem diferentes em método, custo e taxa de sucesso.

Conversando com algumas amigas percebi que muitas, inclusive eu, não sabem exatamente quais são essas diferenças básicas.

Segue uma breve explicação extraída de alguns sites:

INSEMINAÇÃO ARTIFICIAL

Após o sêmen ser coletado ele recebe um tratamento em laboratório para aumentar a sua concentração, ou seja, pra dar uma turbinadda básica e depois é injetado no útero da mulher.
Simples!
Essa técnica é mais usada quando a mulher tem algum problema uterino ou quando o homem tem poucos espermatozóides. É um método mais barato e tem um índice de sucesso em torno de 15%.

FERTILIZAÇÃO IN VITRO

Essa técnica consiste em fazer a fecundação fora do organismo. É usada por mulheres que fizeram ligamento das trompas e até por mulheres que já estão na menopausa (não ovulam mais).

Funciona assim: a paciente recebe um tratamento para liberar mais de um óvulo por ciclo (o normal é apenas 1). Esses óvulos são aspirados por uma agulha e colocados em meio de cultura com nutrientes. Os espermatozóides são depositados no mesmo recipiente. O óvulo, depois de fertilizado, vai para uma estufa onde começa a ocorrer a divisão celular e formar o embrião. Após cerca de 72 horas o embrião é colocado no útero da mulher. Geralmente são implantados mais de 1 embrião para aumentar a chance de ocorrer a gravidez. Por isso é tão comum o nascimento de gêmeos ou trigêmeos.
Existem alguns casos em que o esperma pode ser colhido e guardado para fazer uma inseminação futura. Ele pode ser congelado por até 3 anos.
Este é um tratamento bem mais caro do que a inseminação artificial mas obtém taxas de sucesso em torno de 40% em cada tentativa, dependendo da idade da mulher.

Espero que tenha ajudado.

Beijos


2 comentários:

................ disse...

Cintya,

Treine bastante mesmo, porque a maternidade é uma glória e uma missão às vezes enlouquecedora. Pode ter certeza de que a sua hora vai chegar.

Um grande abraço,

Maria Dolores

Cintya disse...

Obrigada Maria Dolores.
Beijos