24 outubro 2014

Como evitar o ciúmes com a chegada do irmãozinho

Hoje eu venho falar sobre a reação da minha filha de 3 anos com a chegada do irmãozinho.

Já tinha colocado AQUI sobre a minha preocupação com relação a isso.
Se você leu o post percebeu que fizemos de tudo, desde a descoberta da gravidez, para que ela se sentisse parte do processo e o ciúmes naturalmente normal fosse amenizado através dessas pequenas ações, muitas vezes insignificantes para uns e outras vezes exageradas para outros.

Estou aqui para relatar que deu e está dando resultado tudo o que fizemos.

Beatriz é naturalmente uma menina carinhosa, meiga e preocupada com os outros.
Porém, após o nascimento do Lucas ela se superou.
Está se mostrando uma irmãzona, sempre disposta a ajudar e cheia de dengos com o irmãozinho.

O que de fato fizemos para que ela aceitasse numa boa a vinda de mais um membro na família?

- Contei pra ela sobre a gravidez assim que vi os 2 risquinhos no palitinho.
- Levamos ela em praticamente todas as consultas e na maioria das ultrassonografias.
- Fizemos as compras do enxoval com ela junto.
- Sempre que aparecíamos em casa com algum item para o enxoval dele entregávamos algum presentinho pra ela também.
- Sempre conversávamos com ela explicando qual seria o papel dela como irmã mais velha.
- Encorajava as conversas e carinhos com a minha barriga, até se tornar algo espontâneo.
- Compramos alguns presentinhos bem baratinhos e deixamos separados para quando alguém viesse visitar o Lucas entregasse um desses presentinhos pra ela.
- Quando ela veio nos visitar no hospital combinei com o meu marido para ele ir num canto do quarto com o Lucas, de modo que quando a Beatriz chegasse não os visse e viesse diretamente até mim. Só depois de eu abraçá-la, beijá-la e dizer que estava morrendo de saudades é que chamei meu marido que trouxe o Lucas pra apresentar pra ela.
- Após ela conhecer o irmãozinho entregamos a ela o Teddy pink, dizendo que foi o Lucas que trouxe de presente pra ela.
- Compramos um bebê menino, com pintinho e tudo, e quando chegamos do hospital entregamos pra ela dizendo que o meu médico tinha mandado um bebê pra ela.
- Nas trocas de fralda, banhos e hora de mamar se ela está por perto sempre peço pra fazer alguma coisa, como por exemplo jogar a fralda suja no lixo, pegar o lenço umedecido, buscar o paninho (cheirinho).

Não me arrependo de nada que fiz.
Ao contrário, agradeço a Deus por tudo ter dado tão certo e por ver nitidamente esse amor que ela já sente por ele.

É lindo ver ela chegando da creche no final da tarde e vindo em minha direção perguntando onde está o Lucas. Aí ela pede se a mão dela está suja. Digo que sim. Ela vai lavar, volta toda feliz e enche o Lucas de carinho e beijos.

De manhã quando ela acorda vem direto pro meu quarto pedindo pelo Lucas, e fica lá com a gente, namorandinho, por horas...

Pede pra pegá-lo no colo.
Diz pra não fazermos barulho pois ele está dormindo.
Pega a chupeta dele delicadamente pelas bordas, pede se está limpa e se pode dar pra ele.

Tenho certeza de que meu filho tem a melhor irmã que poderia ter e que serão grandes amigos.


 Primeiro contato ainda no hospital

Depois quis pegar ele no colo

Logo que chegamos em casa do hospital





6 comentários:

O Apê de Nós Três! disse...

Mais que mocinha!!! PArabéns querida pela dedicação!!
Vc é uma inspiração para nós sem dúvida!!!bjinhos

paty disse...

Que linda, já se comporta como uma mocinha, parabéns amiga pela educação que tem dado a ela, com certeza será uma grande pessoa no futuro...

E o Lucas é simplesmente lindooooooo!!!!!!

Meriene Zamprogno disse...

Que amooorrr, quero muito que meu Liam seja assim também!

Jonas Danker disse...

Parabéns meu amor.
Você é uma super mãe e uma super companheira.
É maravilhoso estarmos juntos criando nossos filhos.

Obrigado por tudo.

Te amo!!

Cláudia Leite disse...

Beatriz é uma princesa mesmo né?!
Você realmente tomou várias medidas para que essa adaptação dela fosse mais fácil, estou tentando pontuar tudo isso também!
Aqui Isabella sempre foi possessiva e ciumenta comigo, qualquer criança que eu tenha contato, ela sempre foi de ficar brava, nervosa, sabe?
Então já viu...
bjão!

Rafa Oliveira disse...

Oi,

Adorei o blog!!! Seus filhos são lindos demais!!!

Eu andei pensando em ter o segundo, mas tem horas que desisto!!rsrs....

Queria muito muito uma menininha!!

Eu também tenho um blog, se quiser dá uma passadinha lá!!
http://blogdarafamalafaia.blogspot.com.br/

Bjus...